Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2013

CONTINUA

Imagem
Como vocês ja viram estamos fazendo uma campanha para a menina Deborah Yasmin de 2 anos e 11 meses. Vitima de bala perdida na cidade de apodi.

Graças a bondade de algumas pessoas, conseguimos arrecadar alguns itens, pois a família não tem condições de arcar com todas as despesas, e os órgãos públicos, prefiro nem comentar...

Só queremos que essa pequena, tenha uma melhor qualidade de vida, e que ela possa logo fazer essa cirurgia. E tenho certeza vai dar tudo certo, ela voltará a andar e será uma criança FELIZ, pois nasceu de novo.

Gostaria que você que esta lendo essas linhas, fizesse parte desta história.
Enquanto Deborah não ficar totalmente curada ainda precisamos de sua ajuda.

1- Soro 
2- Bolsa de Colostomia (custa em média 20,00 e dá para mais ou menos uma semana cada bolsa).
3- Fraldas descartáveis Tamanho G
4- gases
5- Luvas de procedimento *obs. nas farmácias essas luvas custam bem mais caro do que nessas lojas de produtos hospitalares.

Hoje foi entregue a primeira remessa dos produtos…

Vamos Ajudar

Imagem
É isso ai ... A cada dia que passa a violência fica pior e com isso viramos reféns dentro de nossas casas ... os menores de idade pintam e bordam , simplesmente por que teêm permissão para isso .
A bala perdida que atingiu a pequena Deborah Yasmin 2 ano e 11 meses, saiu de uma maldita arma manipulada por um menor de 15 anos, fato esse ocorrido no final de Março/2013 em Apodi-RN.  A pequena Deborah está viva por um milagre de Deus, mais a sua vida já começou a mudar, a bala atingiu o intestino e está alojada próximo a coluna vertebral fazendo com que ela já não ande mais e ainda não se sabe se isso é irreversível ou não.... A cirurgia para a retirada é delicada e por enquanto não se tem previsão de quando será, já que existe também o estrago do intestino .
Ai a pergunta que não quer calar! O que os governantes estão esperando para mudar essa maldita lei que permite que menores de idade mudem cruelmente a vida das pessoas? Esperando o que que isso aconteça com eles? Há não, acho que não, p…